10 mitos e verdades sobre os hotéis | Vida

O que se pode acreditar?

O que se pode acreditar?

Descubra os mitos mais difundidos da história hoteleira que se apresenta Skyscanner… E suas verdades. Vão de pedra. Apesar de o surgimento de todo o tipo de alojamentos no cenário turístico a nível mundial – apartamentos, albergues, pousadas, ‘pode’, ‘glampings’ e ‘couchsurfing’, entre outros – o certo é que as cadeias de hotéis continuam a ser o líder incontestável do mercado.

Os viajantes, em geral, continuam preferindo o conforto de um bom hotel, sobre o resto de opções. E como tudo na vida, quanto mais difundido e popular é uma coisa, mais mitos surgem em torno disso. Existem muitos mitos sobre hotéis e, tomando o lema daquele famoso programa de televisão ‘Caçadores de mitos’, queremos descubrírtelos para que não caia na armadilha de creerlos:

O que se pode acreditar?

Descubra os mitos mais difundidos da história hoteleira que se apresenta Skyscanner… E suas verdades. Vão de pedra. Apesar de o surgimento de todo o tipo de alojamentos no cenário turístico a nível mundial – apartamentos, albergues, pousadas, ‘pode’, ‘glampings’ e ‘couchsurfing’, entre outros – o certo é que as cadeias de hotéis continuam a ser o líder incontestável do mercado.

Os viajantes, em geral, continuam preferindo o conforto de um bom hotel, sobre o resto de opções. E como tudo na vida, quanto mais difundido e popular é uma coisa, mais mitos surgem em torno disso. Existem muitos mitos sobre hotéis e, tomando o lema daquele famoso programa de televisão ‘Caçadores de mitos’, queremos descubrírtelos para que não caia na armadilha de creerlos:

Quartos livres

1. Os hotéis sempre têm um ou dois quartos disponíveis. Nunca estão completamente cheios
Pois não, os hotéis não são irmãs da caridade, nem deixam quartos sem ocupar na espera de que chegue alguma pessoa necessitada de um quarto de hotel na madrugada.

Quase 100% dos hotéis tenta chegar ao “cheio perfeito”, como é conhecido no jargão hoteleira ao fato de não ter quartos para vagas em um determinado momento.

Se um hotel – por deferência aos seus clientes mais exclusivos e porque elas sabem que podem aparecer em um determinado momento – se salva um ou dois quartos, mais vale que seja um de seus melhores clientes; se não, podes ter claro que não vão dizer que estão livres se na web aparecem como ocupadas.

Cartões

2. Os dados sobre a sua identidade e cartão de crédito são armazenados em cartão eletrônico de seu quarto
Há alguns anos, correu como pólvora estateoría própria da melhor de ‘as conspiranoias’.

Dizia-Se que o hotel gravava, cartão eletrônico de acesso ao quarto, uma boa quantidade de informações confidenciais do cliente em questão. Endereço, nome e apelido e, acima de tudo, os dados de cartão de crédito.

Sendo assim, perder a chave do quarto, ou deixá-la nas mãos dos planejadores na hora de deixar o hotel, o que era dor de cabeça para aqueles que acreditavam no mito.A realidade é que isso não é assim. Sim, é certo que há cartões eletrônicos de quartos que têm incorporado o nome do cliente, e se tem ou não um cartão de crédito como garantia para suas compras de serviços durante a sua estadia no hotel. Mas nada mais. E nem todas têm essa informação.

Presentes

3. Se você diz no hotel que você está de Lua-de-Mel ou é o teu aniversário, te darão um quarto melhor, sem custo
Este é um dos mitos que mais vezes se tentou explorar por parte dos clientes com mais cara. Milhares de casais e grupos de amigos tentam, cada ano, esta estratégia. É muito comum nos típicos hotéis do Caribe e outras zonas de praia, onde tudo incluído que reúne um grande número de níveis distintos. Se você quiser que seu pacote contratado inclua mais restaurantes, mais bebidas, mais excursões gratuitas… O melhor é apertar bem forte a mão de seu parceiro, sorrir como se não houvesse mais ninguém no planeta e abrir a boca para dizer: “É que estamos em nossa Lua-de-Mel, você sabia?” Boa sorte!

Isso sim, que você saiba que em 99% dos casos não se vai sair bem (e não se diga que é seu 40 aniversário). Será que Vale a pena tentar por esse 1%?… Pois talvez sim!

Fins-de-semana

4. Os dias de fim-de-semana os quartos são mais caras
Outro dos mitos mais comuns é que se você quiser dormir uma noite de sexta-feira ou sábado, em um hotel, vai custar mais. O caso é que os preços dos quartos regem-se pelos princípios básicos da oferta e da procura. Se o hotel está meio vazio, porque é um fim-de-semana de fevereiro, em que se prevê uma queda dramática das temperaturas, pois o preço do quarto será muito baixo. No entanto, se há uma convenção internacional em a cidade e a ocupação hoteleira na mesma ronda os 90%, a certeza de que esses dias de convenção (que tendem a cair no meio da semana) os preços dos quartos estão nas nuvens.

A melhor maneira de acertar e conseguir boas ofertas é estar ao tanto de festas, convenções, festas locais e outros. Se você tentar reservar fora dessas datas, independentemente do dia da semana que seja, você sempre conseguirá melhores preços.

Reservas

5. Se conseguem melhores preços, sem reservas diretamente no site do hotel
Outro boato muito difundido e é verdade em muito poucas ocasiões. Muitos viajantes usam os metabuscadores de hotéis, como o Skyscanner para encontrar a oferta que mais lhe convence. Em seguida, entram diretamente no site do hotel, prontos para fazer a sua reserva. Pensam que assim conseguirão economizar um pouco de dinheiro, com o pensamento lógico de que, se você excluir um intermediário, elimina-se uma comissão, e o preço deve baixar.

No entanto, isso não é assim. A razão costuma estar no que os hotéis vendem um grande número de seus quartos através destes metabuscadores e, portanto, não podem travar a batalha contra eles no preço, já que os meta-mecanismos de busca podem deixar de exibi-los nas buscas dos clientes, diminuindo as suas vendas consideravelmente.

Preços

6. Um hotel é a opção mais cara de hospedagem
Muito possivelmente esta era uma afirmação bastante válida, há alguns anos. No entanto, com o aparecimento do grande número de concorrentes que os hotéis têm hoje em dia (apartamentos de férias, albergues, alojamentos rurais, ‘glamping’, etc.) dos preços baixaram significativamente.

Além disso, ao haver hotéis de todos os tipos e para todos os bolsos, independentemente de qual seja o seu orçamento de viagem, com certeza vai encontrar um quarto que se ajuste a ele.

Quartos

7. No hotel, todos os quartos do mesmo intervalo de preço são iguais
Este mito foi difundido, precisamente, os mesmos hoteleiros e seus trabalhadores. E não é verdade. Normalmente esgrimirlo quando algum cliente se queixa de que o seu quarto é pior, por exemplo, que a do andar superior, apesar de que têm o mesmo preço. Se assegurar que todos os quartos vendidas ao mesmo preço são iguais. No entanto, o certo é que são poucas as salas de cada hotel são exatamente iguais.

Orientação, tamanho, disposição do mobiliário, intensidade de recepção de sinal wi-fi gratuito… São tantas as coisas que variam de umas a outras. Um truque que você pode fazer para que não se surpreenda, é dizer que quer ver as comodidades disponíveis ao preço que pagou antes de encontrares uma ao acaso.

Estrelas

8. A qualidade de um hotel mede seus estrelas
Sim, o sistema de estrelas é o mais utilizado no mundo na hora de quantificar a qualidade dos hotéis, mas o certo é que não é aconselhável usá-lo como único indicador.

Embora em Portugal as estrelas hoteleiras são concedidas com base em critérios totalmente objetivos, não em todos os países, os organismos que concedem essas estrelas são de natureza independente e, talvez sejam outros interesses que movem os qualificadores.

No Skyscanner nos aconselham que, apesar de informar o número de estrelas do hotel em questão, também contrastes das opiniões dos visitantes. Aqui você vai ler coisas que não se dizem as estrelas. Se o hotel é barulhento. Se a comida do restaurante é boa e é inovadora. Se está localizado perto do centro, da área de compras, da floresta em que você quer sair para correr ou da praia em que você pensa deitar-se o resto de suas férias sem mover um dedo… A sabedoria de outros clientes, que vale mais que todas as estrelas do firmamento hoteleiro.

Ofertas

9. Sempre é mais caro, se reserva para última hora
Nunca ouviste falar das promoções de última hora? Claro que sim. No mundo, os hotéis, isso também não é diferente. Se for sobre uma determinada data e um hotel observa que tem quase todos os seus quartos vazios, a certeza de que o preço das mesmas cai, procurando gerar renda de qualquer forma.

É verdade que se trata de uma data marcada – de alta temporada – o mais normal é que, quanto mais esperar, mais cara se você deixar o quarto. Mas, por outro lado, se você estiver procurando por um quarto em baixa temporada, talvez o efeito da espera seja o contrário. Já sabe, quem não arrisca não ganha!

Superstições

10. Os hotéis não têm quarto número 13
Se podemos assegurar que os donos de grupos hoteleiros são mais práticos do que supersticiosos. O número 13 pode ter uma má aceitação desde os tempos arcaicos, mas a indústria hoteleira não faz muito caso a estes temas.

Remover um quarto terminada em 13 pode enganar os clientes na hora de procurar o seu quarto e não é algo prático. Isso sim, dizer que sim, há quartos em hotéis e pensões em que ocorreram eventos trágicos e já não as têm abertas. Você já viu o espetacular filme de Stanley Kubrick, ‘O iluminado’? Pois bem, esse hotel que sim, que deve fechar alguns de seus quartos como medida supersticiosa… Ou bem, mais bem todas…